O duo campineiro Fenrir’s Scar formado pelo músico multi-instrumentista e vocalista André Baida, e pela vocalista Desireé Rezende, lançou recentemente o vídeo para a faixa Break The Wheel.

O vídeo contém participações de mais de 40 pessoas de 10 estados brasileiros, entre elas fiéis apoiadores da banda, amigos, além de integrantes de bandas da cena underground, assim como importantes divulgadores de mídia independente. Todas as participações no vídeo trazem a letra do refrão “Don’t Let The Bastards Take You Down” ou a #DLTBTYD escrito em placas, no corpo e outros objetos como camisetas. 

Entre as participações podemos destacar integrantes de bandas como: Dark Valley, Lasting Maze, Lia Kapp, Dark New Farm, Dakhmas, Evendusk, Final Disaster e Anfear, esta última inclusive teve participação de todos os membros. Além de colaboradores e idealizadores de sites como O Subsolo e Playfonic e criadores de conteúdo como Nerd Banger, Mosh in Hell, Metal Dark e Bode Metal.

A música foi inspirada na série The Handmaid’s Tale e no livro homônimo, que na versão em português carrega o nome “O Conto da Aia”, e aborda o tema de revolta e revolução contra um sistema opressor.

“Break The Wheel é sobre revolta e revolução. Mas também sobre empoderamento. Procuramos dessa forma ressignificar a mensagem da música e ao mesmo tempo estar mais próximo do nosso público e amigos, gerando esse senso de comunidade, mesmo afastados pelo isolamento social.” Comenta André Baida.

O vídeo foi filmado e editado pela própria vocalista Desireé Rezende, que conta alguns detalhes sobre a edição:

“Foi muito emocionante receber cada um dos vídeos e encaixá-los na nossa música. É muito gratificante ter esse apoio dos nossos amigos, parceiros e irmãos de luta. Foi um desafio fazer a edição com tantas pessoas, mas fiquei feliz com o resultado final.”

O vídeo também foi exibido recentemente nos festivais online Underground Extremo e O Subsolo, antes de ter sua estreia oficial no canal da banda.

Este é o quarto single lançado pelo duo como parte do seu vindouro disco “Love | Hate | Hope | Despair” que será lançado ainda neste ano. 

O álbum conta com a produção de Fabiano Negri (solo, ex-Rei Lagarto, Unsuspected Soul Band, Dusty Old Fingers) e com a participação de Icaro Ravelo (Arkana Fen, Ruins of Elysium) nas baterias.

Confira o vídeo:

http://bit.ly/DLTBTYD

O duo campineiro Fenrir’s Scar formado pelo músico multi-instrumentista e também vocalista André Baida, e pela vocalista Desireé Rezende, lançou nesta semana um lyric vídeo do seu mais novo single Break The Wheel.

Este é o quarto single lançado pelo duo como parte do seu segundo disco “Love | Hate | Hope | Despair” que será lançado em meados de 2021. O álbum conta com a produção de Fabiano Negri (ex-Rei Lagarto, Unsuspected Soul Band, Dusty Old Fingers) e com a participação de Icaro Ravelo (Arkana Fen, Ruins of Elysium) na bateria.

Break The Wheel é uma canção com mais de 7 minutos, e contém diversos elementos que trazem o peso e a melancolia que definem o som do Fenrir’s Scar. Guitarras e sintetizadores pesados, além de vocais que se contrastam e se complementam entre si. O lyric foi criado pela própria vocalista da banda.

Confira o lyric vídeo:


A letra da música foi composta pela vocalista Desireé Rezende e foi inspirada na série The Handmaid’s Tale e no livro homônimo, que na versão em português carrega o nome “O Conto da Aia”:

“Essa história se trata de uma distopia, onde o governo (no caso o governo dos EUA), sofre um golpe de estado e é tomado por religiosos fundamentalistas que criam uma série nova de leis e regras que afetam principalmente as mulheres. Elas não tem liberdade alguma, todas são obrigadas a servir de acordo com seu status e capacidade reprodutiva. É um universo muito triste, mas que não está muito longe do que vivemos atualmente, por isso me identifiquei com a história e quis escrever sobre. ” – Comenta a vocalista Desireé Rezende.

“E a música não é apenas sobre essa tragédia, ela fala também sobre a rebelião e revolução, contra esse sistema. E que política e religião é uma combinação perigosíssima” – complementa Desireé.

A arte do single foi criada por Carlos Fides, que já trabalhou com bandas renomadas como Evergrey, Kamelot, Edu Falaschi, entre outros. A arte foi cedida a banda em um concurso que o artista promoveu em seu instagram.

“Break the Wheel não é um single dentro dos padrões da indústria. É uma música longa e pesada, não seria nossa primeira escolha para um single, mas a arte feita pelo Carlos Fides combinou tanto com a mensagem da música, que resolvemos trabalhar essa música como um single” – explica André Baida. 

“Pelo tema ser um assunto pesado, nossa intenção foi passar esse peso sonoramente também na música. Além dos instrumentos padrões que usamos, quisemos colocar alguns ‘barulhos’ de sintetizadores que trouxessem esse incômodo que a música pede. Trabalhamos com o nosso produtor Fabiano Negri que trouxe esses elementos que complementam muito bem a música”. Completa André.

Ouça Break The Wheel nos serviços de streaming:

Spotify:  http://bit.ly/FenrirsScarSpotify

Apple Music:  http://bit.ly/FSAppleMusic

Deezer:  http://bit.ly/fsdeezer

Bandcamp:  http://bit.ly/bandcampfs

TIDAL:  http://bit.ly/fstidal

YouTube Music: http://bit.ly/BTW-FS

Amazon Music: http://bit.ly/FSBreakAmazon

iTunes: http://bit.ly/FenrirsScariTunes

Siga o Fenrir’s Scar nas redes sociais:

Facebook: www.facebook.com/fenrirsscar
Instagram: www.instagram.com/fenrirsscar
Twitter: www.twitter.com/fenrirsscar
YouTube: www.youtube.com/fenrirsscar
Website: www.fenrirsscar.com 

Nota republicada em:

Roadie Crew
União das Mulheres do Underground
Metal no Papel
Handmaid’s Brasil

O duo campineiro Fenrir’s Scar formado pelo músico multi-instrumentista e também vocalista André Baida, e pela vocalista Desireé Rezende, lança nesta sexta-feira, dia 09 de Outubro o seu mais novo single Break The Wheel.

Este é o quarto single lançado pelo duo como parte do seu segundo disco “Love | Hate | Hope | Despair” que será lançado em meados de 2021. O álbum conta com a produção de Fabiano Negri (ex-Rei Lagarto, Unsuspected Soul Band, Dusty Old Fingers) e com a participação de Icaro Ravelo (Arkana Fen, Ruins of Elysium) na bateria.

Break The Wheel é uma canção com mais de 7 minutos, e contém diversos elementos que trazem o peso e a melancolia que definem o som do Fenrir’s Scar. Guitarras e sintetizadores pesados, além de vocais que se contrastam e se complementam entre si. 

A letra da música foi composta pela vocalista Desireé Rezende e foi inspirada na série The Handmaid’s Tale e no livro homônimo, que na versão em português carrega o nome “O Conto da Aia”:

“Essa história se trata de uma distopia, onde o governo (no caso o governo dos EUA), sofre um golpe de estado e é tomado por religiosos fundamentalistas que criam uma série nova de leis e regras que afetam principalmente as mulheres. Elas não tem liberdade alguma, todas são obrigadas a servir de acordo com seu status e capacidade reprodutiva. É um universo muito triste, mas que não está muito longe do que vivemos atualmente, por isso me identifiquei com a história e quis escrever sobre. ” – Comenta a vocalista Desireé Rezende.

“E a música não é apenas sobre essa tragédia, ela fala também sobre a rebelião e revolução, contra esse sistema. E que política e religião é uma combinação perigosíssima” – complementa Desireé.

A arte do single foi criada por Carlos Fides, que já trabalhou com bandas renomadas como Evergrey, Kamelot, Edu Falaschi, entre outros. A arte foi cedida a banda em um concurso que o artista promoveu em seu instagram.

“Break the Wheel não é um single dentro dos padrões da indústria. É uma música longa e pesada, não seria nossa primeira escolha para um single, mas a arte feita pelo Carlos Fides combinou tanto com a mensagem da música, que resolvemos trabalhar essa música como um single” – explica André Baida. 

“Pelo tema ser um assunto pesado, nossa intenção foi passar esse peso sonoramente também na música. Além dos instrumentos padrões que usamos, quisemos colocar alguns ‘barulhos’ de sintetizadores que trouxessem esse incômodo que a música pede. Trabalhamos com o nosso produtor Fabiano Negri que trouxe esses elementos que complementam muito bem a música”. Completa André.

Ouça Break The Wheel nos serviços de streaming:

Spotify:  http://bit.ly/FenrirsScarSpotify
Apple Music:  http://bit.ly/FSAppleMusic
Deezer:  http://bit.ly/fsdeezer
Bandcamp:  http://bit.ly/bandcampfs
TIDAL:  http://bit.ly/fstidal
YouTube Music: http://bit.ly/BTW-FS
Amazon Music: http://bit.ly/FSBreakAmazon
iTunes: http://bit.ly/FenrirsScariTunes

Siga o Fenrir’s Scar nas redes sociais:

Facebook: www.facebook.com/fenrirsscar
Instagram: www.instagram.com/fenrirsscar
Twitter: www.twitter.com/fenrirsscar
YouTube: www.youtube.com/fenrirsscar
Website: www.fenrirsscar.com 

Republicado em:

Arrepio Produções
WikiMetal

Nessa sexta-feira chega nos serviços de streaming nosso próximo single, Break The Wheel.

Essa música tem mais de 7 minutos e tem diversos elementos diferentes, como sintetizadores, e foi inspirada na série The Handmaid’s Tale e no livro O Conto da Aia.

Visite o link https://ffm.to/btw-fs.

O que é pré save e porque fazê-lo?

Pré-save é uma forma de adicionar a música na sua biblioteca dos servços de streaming (Spotify, Deezer, Apple Music, etc). 

Você pode escolher uma playlist sua específica para adicionar a música, mas ela também irá aparecer no seu Radar de Novidades do Spotify.

Pra você usuário, pode ser que isso não seja uma vantagem muito grande. Mas para os artistas, especialmente os artistas e bandas independentes isso é MUITO IMPORTANTE

Vou te contar o porque!


Quanto mais pessoas fizerem o pré-save da música, e quanto mais pessoas ouvirem a música  (seja no seu Radar de Novidades, ou na sua playlist preferida), e o algoritmo da plataforma vai entender que aquele artista é relevante, e ele passa a “indicar” essa música ou banda para mais pessoas que tenham o gosto parecido como o seu.

Você pode nos ajudar? São apenas alguns cliques!
E não esqueja de ouvir a música no dia do lançamento! 

Em Setembro lançamos The Enemy Inside nos serviços de streaming, e agora em Outubro estamos nos preparando para lançar nosso novo single, Break The Wheel.

Break The Wheel é uma música com mais de 7 minutos, ela tem diversos elementos como sintetizadores, e foi inspirada na série e livro The Handmaid’s Tale (O Conto da Aia). Que é uma distopia sobre um país vivendo em uma ditadura teocrática, governada por religiosos fundalmentalistas que impõe regras absurdas na sociedade, especialmente sobre as mulheres.

A capa foi feita por Carlos Fides da Artside, conhecido por trabalhar com bandas como Evergrey, Kamelot, Edu Falaschi entre outros.

Dessa vez resolvemos fazer algo um pouco diferente. Lançamos uma pré-venda exclusiva da música a partir de R$ 2, e várias pessoas já compraram a música que tem sido muito bem recebida.

Os depoimentos e impressões de quem ouviu a música está sendo divulgado no nosso Instagram, a primeira parte já foi divulgada e a segunda parte será divulgada em breve.

E hoje, a música está disponível também no Bandcamp. Para quem não conhece o Bandcamp é uma plataforma para apoiar diretamente os músicos e artistas.

Clique aqui ou acesse https://fenrirsscar.bandcamp.com para comprar a música.

O Bandcamp geralmente cobra uma taxa de 15% em todas as vendas feitas através do site. Todo o restante do valor vai diretamente para a banda. E em nesses tempos de pandemia, o Bandcamp abre mão do seu lucro em alguns dias, como hoje e todo o lucro é revertido para o artista.

No nosso Bandcamp você encontra toda nossa discografia para download, incluindo nosso álbum de 2017 e todos os nossos singles. Além disso, usamos o site para venda de merchandise para o exterior.

Há uma diferença gritante nos valores repassados para a banda. Por exemplo, vender uma música por $1 no Bandcamp, você recebe esse valor integralmente no paypal em dias como hoje, ou $0,75 em dias em que o bandcamp cobra sua taxa. Já nos streamings o mesmo valor só é alcançado quando a música atinge com mais de 1000 plays.

Sabemos que a situação em que vivemos no Brasil é complicada, e com o dólar muito alto, não compensa nós pedirmos para vocês do Brasil usar o Bandcamp, mas você ainda pode nos ajudar comprando a música diretamente com a gente. A partir de R$2 você recebe a música.

Para adquirir a música você pode entrar em contato pelo e-mail fenrirsscar@gmail.com ou através de qualquerrede social @fenrirsscar

Aceitamos paypal, PicPay, boleto e transferência bancária para NuBank, Itaú e Santander. Basta nos informar qual forma de pagamento você prefere.

Na última sexta-feira, dia 04/09 lançamos oficialmente nosso novo single, The Enemy Inside nos serviços de streaming.

Ouça nossas músicas no Spotify

Mas antes disso o single já havia sido apresentado no LVNA FEST II no sábado dia 29 de Agosto canal do Youtube do LVNA Art. O LVNA fest foi um festival beneficente em prol da ONG Mulheres da Luz.

Assista ao Webclipe de The Enemy Inside

Mas, sobre o que essa música fala? Qual o siginificado por trás da letra dela? Inclusive, se quiser ler a letra ou a tradução da música clique aqui.

The Enemy Inside é mais uma música com um significado pessoal. O álbum, “Love | Hate | Hope | Despair” ganhou esse nome, por ter músicas muito pessoais e cheias de sentimentos. E esses quatro sentimentos são os principais cardeais das letras: Amor, Ódio, Esperança e Desespero (ou desesperança).

Algumas dessas músicas abordam um ou mais sentimentos. The Enemy Inside, especificamente aborda dois sentimentos: Ódio e Desespero.

The Enemy Inside é uma canção sobre nosso sabotador interno – ou como diria RuPaul – Inner Saboteur. Aquela voz na nossa cabeça dizendo que não somos bons o suficientes, e que precisamos lutar contra essa voz. E que às vezes o nosso maior inimigo, somos nós próprios.

Essa foi a última letra, que eu, Desireé escrevi para o álbum. E ela nasceu logo após gravarmos o clipe de Heal You. Tive uma crise de ansiedade muito forte após ver a prévia do clipe, e naquele ponto eu não me sentia boa em suficiente em nenhum aspecto da minha vida.

Após essa crise, eu escrevi essa letra, com a intenção de me libertar desses sentimentos e junto da terapia, isso me ajudou muito. É claro que esse problema não desapareceu em um passe de mágica. Mas fez com que eu olhasse melhor para dentro de mim mesma e tentasse evitar esses pensamentos de inferioridade. Mas confesso que é uma luta diária.

Capa: Um espelho se quebrando

Sobre o conceito da capa, eu não consegui imaginar outro símbolo para essa luta contra nosso inimigo interno, que não fosse um espelho. O objeto que reflete nossa imagem e em algumas culturas, também reflete o nosso espírito. O fato dele estar brilhando e sendo quebrado ao mesmo tempo representa essa dualidade: da luta, e se sentir quebrado, e da libertação.

O Webclipe dessa música foi filmado por mim e pelo André, assim como a concepção do conceito e direção. Na verdade o André foi mais diretor desse vídeo. Tinhamos a idéia de fazer o vídeo com um fundo preto, e toda essa atmosfera mais dark para combinar tanto com a letra como com o peso da música. Mas no meio da gravação o André teve a ideia de eu segurar a camera, e ter um efeito parecido com o filme A Bruxa de Blair para deixar mais evidente o desespero que a música passa. Isso com os recursos limitados que uma banda independente tem, no meio de uma pandemia!

O vídeo foi editado por Ian Pinheiro.

Formado pelo músico multi-instrumentista e também vocalista André Baida, e pela vocalista Desireé Rezende, o duo campineiro Fenrir’s Scar lança nesta sexta-feira dia 04/09 o seu mais novo single “The Enemy Inside”.

A cerca de um mês, o duo havia lançado o single Curse of Mankind, que teve participação em dois grandes festivais online com um webclipe gravado durante o período de distanciamento social.

No entanto a banda já trouxe mais novidades, a canção The Enemy Inside. Que teve sua pré-estréia no festival online LVNA FEST II no sábado dia 29 de Agosto canal do Youtube do LVNA Art.O LVNA fest foi um festival beneficente em prol da ONG Mulheres da Luz.

O single foi lançado oficialmente nos serviços de streaming no dia 04 de Setembro. Tanto o single, como o vindouro álbum “Love | Hate | Hope | Despair” foram produzidos por Fabiano Negri (ex-Rei Lagarto, Unsuspected Soul Band, Dusty Old Fingers), e conta com a participação de Icaro Ravelo (Arkana Fen) nas baterias. O single veio acompanhado de um webclipe, filmado pelo próprio duo e editado por Ian Pinheiro.

“The Enemy Inside é uma canção sobre nosso sabotador interno. Aquela voz na nossa cabeça dizendo que não somos bons o suficientes, e que precisamos lutar contra essa voz. E que às vezes o nosso maior inimigo, somos nós próprios” – Explica a letrista Desireé Rezende.

Já André Baida compartilha um pouco sobre a composição e os elementos da música: “Essa é a faixa mais pesada do álbum que lançamos até agora. Essa música tem riffs pesados, e foi gravada com guitarra de 7 cordas com afinação em A, também usei um baixo de 6 cordas para trazer esse peso e modernidade que estamos buscando neste novo álbum. Nosso produtor Fabiano Negri gravou os synths com timbres mais eletrônicos para complementar essa nova vibe mais modern metal que procurávamos. Além de gravar o solo de guitarra.”

A faixa foi composta pelo músico André Baida e a letra foi criada pela vocalista Desireé Rezende, assim como a arte da capa do single.

Assista ao webclipe de The Enemy Inside:
http://bit.ly/FSEnemy

Ouça o single nos serviços de streaming:

Spotify: http://bit.ly/FenrirsScarSpotify
Apple Music: http://bit.ly/FSAppleMusic
Deezer: http://bit.ly/fsdeezer
Bandcamp: http://bit.ly/bandcampfs
Acompanhe o Fenrir’s Scar nas redes sociais:

YouTube: https://www.youtube.com/fenrirsscar

Facebook: https://www.facebook.com/fenrirsscar
Instagram: https://www.instagram.com/fenrirsscar
Twitter: https://www.twitter.com/fenrirsscar
Website: https://www.fenrirsscar.com

Publicado em:
Arrepio Produções
Metal no Papel
Headbangers News
Roadie Crew
Whiplash
Metal Sirius

World Metal Scene (em inglês)
Femme Metal Webzine (em inglês)

Música adicionada na Playlist de Lançamentos do jornalista Igor Miranda:
https://www.igormiranda.com.br/2020/08/playlist-lancamentos-musicas-albuns-rock-metal-21-agosto.html

Confira a cobertura do LVNA FEST II – Online Edition de ontem por Maykon Kjiellin do site O SubSolo:

“Entre todos os festivais que ocorrem nesse tempo, o do LVNA chamou a atenção não só por ser uma mídia criada por mulheres, mas sim pela ideologia de ter um festival com bandas com integrantes mulheres em prol de um coletivo de mulheres.”

“Agora foi o momento de todos pararem o que estavam fazendo, Fenrir’s Scar chegava na área. Com os vocais poderosos e magistrais de Deze Rezende e com o sempre seu fiel escudeiro André Baida sempre sendo crucial em todo o instrumental e como vocais de apoio, essa banda que tem como coração essa dupla romântica e fascinante, lança mais um single que incrivelmente é mais um para a galeria de boas músicas da banda. Afirmo com todas as letras que adoro essa banda!

— Maykon Kjellin, O Subsolo

Confira a cobertura completa no site do O Subsolo: http://www.osubsolo.com/2020/08/cobertura-lvna-fest-ii-online-edition.html

Muito obrigada pelas palavras Maykon Kjellin e O Subsolo!

Na próxima sexta-feira, dia 04/09 iremos lançar nosso novo single nos serviços de streaming: The Enemy Inside.

Essa música fala sobre nosso sabotador interno, aquela voz no fundo da nossa cabeça dizendo que não somos bons o suficiente, que iremos falhar. E como precisamos enfrentar essa voz.

Estamos fazendo uma promoção para este novo single, e sortearemos algumas pessoas para ganharem um pôster com a arte do single (essa foto que está aqui acima).

Porque estamos fazendo isso?
Fazer o pré-save é muito importante para as bandas, especialmente as bandas independentes, pois quanto mais pessoas fazem o pré-save, mais os serviços de streaming (principalmente o Spotify), entende que aquele artista ou banda é relevante e começa a indicar para mais pessoas a música!

E como cada um de vocês é muito importante para gente, em uma forma de recompensar por esse pedido, estamos sorteando os pôsteres. Serão 5 em tamanho A3 e 5 em tamanho A4 que iremos sortear.

Para fazer o pré-save basta acessar o link abaixo, escolher seu serviço de streaming favorito e preencher ao fomulário após realizar o pré-save:
https://ffm.to/fsenemyinside

Ontem, dia 29/08, sábado, foi ao ar o LVNA FEST II pelo canal do youtube do LVNA.

Essa edição do festival, aconteceu de forma online e foi beneficente, em prol da ONG Mulheres da Luz, um coletivo que busca promover cidadania e garantia de direitos humanos para mulheres em situação de prostituição na cidade de São Paulo, realizando desde 2013 atividades relacionadas à educação, cultura, saúde, cidadania e acesso a direitos sociais. Assim como inúmeros grupos sociais, as mulheres contempladas pela ONG se encontram em situação ainda mais vulnerável por conta da pandemia.

O cast reuniu bandas do cenário nacional e a headliner Bloodhunter, da Espanha. Banda da Diva Satânica, atual vocalista da banda de thrash metal brasileira Nervosa.

Ficamos honrados de participar de um evento tão bem organizado, com uma excelente qualidade desde sua divulgação e organização e por estar nesse cast de tantas bandas talentosas que admiramos! Além disso, foi a pré-estréia do nosso single The Enemy Inside que será lançado oficialmente na próxima sexta-feira dia 04/09.

Esse foi um evento organizado por mulheres, com bandas que tem mulheres em sua formação e em prol de um coletivo que ajuda mulheres.
Foi muito emocionante dividir esse palco virtual com tantas bandas incríveis.

Agradecemos imensamente a Angie, Mari e toda organização do LVNA. Assim como ao Kito Valim da banda Final Disaster que editou o festival, e a todos os parceiros da mídia que ajudaram a divulgar e fazer esse festival acontecer, entre eles: Acesso Music, Garotas do Front, Headbangueira, LVNA VOX Studio, O Subsolo.

E a todos os nossos amigos das bandas que participaram:
ABLE TO RETURN, ABSTRACTED, ANAMA, BLOODHUNTER, BRIGHTSTORM, DARK VALLEY, DIVINE PAIN, FENRIR’S SCAR, FINAL DISASTER, FLOWERLEAF, FLOWERS TO THE GROUND, HAMEN, INRAZA, LASTING MAZE, LIA KAPP, NO ONE SPOKE, QUANTUM, SACRIFICED, SINAYA, VOCCATUS.

Asissta e reassista o festival quantas vezes quiser, e se puder continue doando para o coletivo Mulheres da Luz. Se não puder doar dinehiro elas estão aceitando doações de roupas, mantimentos, itens de higiene em São Paulo, acesso o site da ONG ou suas redes sociais para saber como ajudar.

Leia também a apresentação das bandas que o site Underground Extremo fez das bandas participantes:

http://www.undergroundextremo.com/2020/08/divulgacao-de-eventos-lvna-fest-ii.html