Confira a participação do duo Fenrir’s Scar no Metal Com Batata Stay Home Fest 5

A quinta edição do Metal Com Batata Stay Home Festival aconteceu nessa última sexta-feira, dia 16/10 no canal do youtube do Metal Com Batata.

Realizado por Cristiano Souza, idealizador do programa Metal Com Batata, o Stay Home Festival vem acontecendo desde o começo da pandemia.

A edição do mês de Outubro foi em especial a campanha do Outubro Rosa e contou com apenas apresentadoras mulheres.

Assista ao festival e a partipação do Fenrir’s Scar:

O cast completo contou com as seguintes atrações:

Paradise in Flames
Beto Lani
Boa Vista Hard Club
Carniça
Alefla
Residüs
Ossos
Initiate Decay
Losna
Mortal Ways
Fenrir’s Scar
Diabolus Alma Mater
Voccatus
Silent Cry
Hellish War / Living Metal
Even Vast (Inglaterra)
Anoushbard (Irã)

Confira a resenha de Curse of Mankind no blog Som Pesado e Boa Cerveja

Confira a resenha do nosso último single Curse of Mankind no blog Som Pesado e Boa Cerveja:

“Fenrir’s Scar – Curse of mankind
Continuando na onda do metal, o duo campineiro (leia mais aqui) já havia soltado a excelente Heal you no ano passado e agora está de volta com Curse of mankind, editada em julho. Uma música do mesmo nível do álbum de 2.017 e que não deve nada a qualquer grande banda que lhe venha a cabeça.

A música segue aquela linha gothic metal com vocais nos contrapontos masculino e feminino. Segundo os músicos André Baida (vocal, teclado, baixo e teclados) e Desireé Rezendo (vocal), seu som segue uma linha mais alternativa, mas rótulos estão em baixa, então, o negócio é saber se é bom ou não e, para nossa sorte, é bom!

É uma pena que no underground tudo é mais difícil e mediante tantos problemas muitos nomes acabam sucumbindo. Cabe aos chamados apreciadores da boa música fazerem seu papel e colaborando para que nossa cena, que é excelente, nunca padeça.

Vagner Aguiar – Som Pesado & Boa Cereja

Confira todas as resenhas de singles do post e a resenha do nosso álbum de 2017 no blog:

https://sompesadoeboacerveja.blogspot.com/2020/08/geral-os-singles-de-velhas-virgens.html?spref=fb&fbclid=IwAR3ABb4XObC2xDUGF3lv5SsjZ6tW8P7ICLR3UQEAO8apOfYTctci3dKH9x4

Vencedores pôster Curse of Mankind

No último sábado dia 1º de Agosto fizemos o sorteio dos pôsteres de Curse of Mankind em uma live no nosso Instagram, se você perdeu pode assistir a live aqui no nosso IGTV.

Numeramos cada um que fez o pré-save em ordem de que foi feito, ao total foram 48 pessoas que preencheram o formulário concorrendo ao pôster, e os números sorteados foram:

Pôster A3

20, 23, 5, 17, 27, 40, 29, 22, 35, 34

Pôster A4

31, 15, 32, 8, 19, 43, 45, 46, 7, 18

Entramos em contato com os vencedores por e-mail solicitando o endereço para envio do pôster. Que será enviado nas próximas semanas através de carta simples.

Muito obrigada a todos que participaram e em breve teremos mais sorteios! Fiquem ligados!

Além da música: Conheça o significado de Curse of Mankind, novo single do Fenrir’s Scar

Na última sexta-feira, dia 31/07 lançamos oficialmente nosso novo single, Curse of Mankind nos serviços de streaming.

Ouça nossas músicas no Spotify

Mas antes disso o single já havia circulado pelo YouTube. Como vocês sabem, participamos de dois festivais online no mês de Julho. O primeiro deles foi o Rock Nas Alturas Web Edition, um festival filantrópico em prol da APAE da cidade de Maria da Fé-MG que foi realizado no dia 11 de Julho. E o webclipe também foi exibido no dia 18 de Julho no Quarentena Rock Online Fest IV, promovido pelo canal do YouTube Heavy Talk.

Após a nossa participação nestes incríveis festivais online, nós liberamos o webclipe em nosso canal do YouTube para comemorar a nossa tão sonhada marca de 1000 inscritos. E agora, na última sexta-feira o single ficou disponível em todos serviços de streaming.

Assista ao Webclipe de Curse of Mankind

Mas, sobre o que essa música fala? Qual o siginificado por trás da letra dela? Inclusive, se quiser ler a letra ou a tradução da música clique aqui.

Curse of Mankind conta uma história que nós todos compartilhamos: Aquecimento global, incêndios criminosos nas florestas tropicais, oceanos sendo poluídos a todo momento… Tudo em nome da ganância humana.

A letra e música surgiram no fim do ano passado, após acontecerem incêndios criminosos na floresta Amazônica, e também os incêndios que aconteceram na Austrália. Além do derramamento de óleo nas praias do nordeste Brasileiro. O André ficou muito comovido com essas atrocidades e resolveu escrever essa letra e música. Mal ele sabia, ou esperava que meses depois fossemos viver uma pandêmia e esse tema ia continuar tão relevante.

Curse of Mankind foi uma das últimas músicas compostas para o nosso segundo álbum, “Love | Hate | Hope | Despair”, mas uma das primeiras a se tornar single do álbum. Acreditamos que a mensagem dela seja bastante impactante e este foi um dos motivos para termos a escolhido como nosso segundo single.

Nessa música eu, Desireé não tive muita participação na composição, mas eu fui responsável em criar a capa do single, e quis incorporar os elementos principais dessa música:

Terra, ou natureza, representada por uma imagem da floresta Amazônica.
destruição, primariamente causada e representada pelo fogo.
humanidade, representada pelos nossos rostos.

Não só usei nossa imagem para ter nossa identidade visual, junto do nosso logo para nos representar como banda. Mas também quis usar rostos de pessoas (e porque não os nossos), para representar os dois lados da moeda: O causador da destruição e o mais prejudicado por ela – a humanidade.

Incorporado aos nossos rostos e ao nosso logo estão imagens de fogo e da floresta Amazônica

E uma última curiosidade sobre a gravação desta música: os instrumentais foram gravados no dia 15/02, no mesmo dia do show da banda Lacuna Coil em São Paulo, no qual estivemos presente antes da pandemia.

Antes de viajarmos para São Paulo para prestigiar o show dessa banda que nos influencia tanto, fizemos uma sessão de gravação apenas dos instrumentos, e acredito que tenha sido uma das sessões de gravações mais rápidas que já fizemos! Mas sem perder a qualidade!

Eu acabei escrevendo um review deste show para o site O Subsolo.

Você pode ler o nosso post aqui no blog falando sobre esta experiência.

E também ler sobre minha relação com o Lacuna Coil no site Rock de Boneca.

André gravando o baixo da música antes do show do Lacuna Coil em Campinas-SP

Desireé e André no show do Lacuna Coil em São Paulo